“Querer-se livre é também querer livres os outros” Simone de Beauvoir

Sandra Pinto

Directora de redacção da Viagens & Resorts

No cômputo geral, o ano de 2016 trouxe excelentes resultados para o sector do turismo. De acordo com o estudo “Perspetiva Imobiliária”, as dormidas em alojamentos turísticos em Portugal verificaram um crescimento de 11,2%, sendo que em Lisboa o RevPar atingiu um novo recorde no primeiro semestre, de 62,8 euros, principalmente pelo aumento do preço médio. Relativamente a quem nos procura, aparece em primeiro lugar o Reino Unido, com uma quota de 24,2%, apesar de nos primeiros seis meses de 2016 ter aumentado o peso dos turistas provenientes de França e Estados Unidos da América, com subidas de quotas de 18,7% e 20,9%, respectivamente, face ao primeiro semestre de 2015.

Em Lisboa, o mercado externo francês tem mantido um ritmo de crescimento sustentado de 13,7%, sendo já o mercado com maior influência na capital. Mas será este um crescimento sustentável? Será que 2017 vai ser ainda melhor do que o ano que agora está prestes a terminar? Esta é a grande questão. Queremos acreditar que sim, mas para que tal aconteça é preciso que todos os players unam esforços em prol do fortalecimento de frutuosas relações entre todos. Só assim, com uma maior união do sector, nos conseguiremos manter na pole position do turismo mundial. Porque Portugal merece. Porque todos merecemos.

Até 2017 com excelentes viagens e boas leituras.

Editorial publicado na edição de Novembro, Dezembro de 2016 e Janeiro 2017 da revista Viagens & Resorts.

sandra.pinto@viagenseresorts.pt

Outras Notícias
Comentários
Loading...