Quer conhecer a Índia espiritual?

Quer conhecer a Índia espiritual?

Esta nova agência de viagens chega ao mercado português com a promessa de viagens realistas, organizadas, com foco numa componente espiritual, uma preocupação com o turismo responsável e refeições 100% vegetarianas. 

«Índia Budista com ensinamentos de Paulo Borges» é um dos roteiros que a Macro Viagens tem para oferecer.

Diana Chiu Baptista, co-fundadora da nova agência de viagens, classifica o programa Índia Budista como «inspirador». O programa passa por vários pontos relacionados com o Buda Histórico – como a árvore Bodhi (local onde se diz que Gautama Buddha atingiu a iluminação e onde se realizará uma sessão de meditação) e visita a Sarnath (onde Gautama Buddha deu o primeiro discurso após a iluminação) -, culminando nos Himalaias, no Vale Spiti, onde se escondem alguns dos Mosteiros Tibetanos mais antigos do mundo, e em Dharamsala, onde vive o Dalai Lama. Tudo isto será acompanhado por Paulo Borges, praticante da via do Buda, que facilitará um Curso de Introdução ao Budismo durante a viagem.

«Quando pensámos em levar um convidado especial nesta viagem, o primeiro nome que surgiu imediatamente foi o de Paulo Borges. O Paulo tem dedicado toda a sua vida, de forma incansável, à prática e ensino da via de Buda. Será uma oportunidade única para todos os participantes desta viagem – incluindo nós, organização – poder partilhar com ele estes dias na Índia e desfrutar dos seus ensinamentos e sabedoria», explica Diana Chiu Baptista.

«Ser convidado para um casamento hindu, almoçar em casa de uma família indiana de pescadores, ir a uma consulta Ayurveda a um hospital público na Índia, visitar uma favela, dormir num convento, passar alguns dias num Ashram ou abraçar uma guru, são algumas das muitas atividades que as viagens em grupo organizadas pela Macro Viagens proporcionam. Muitas delas nem vêm mencionadas no programa, mas já estão previstas por nós ou surgem à medida que a viagem se desenrola», afirma a co-fundadora da nova agência de viagens.

A agência defende um turismo sustentável, ético e responsável, procura minimizar o impacto negativo do turismo, razão pela qual uma percentagem do lucro de cada programa de viagem reverte na íntegra a uma associação local (de solidariedade social, ambiental ou animal), consoante o destino de cada programa. Existe ainda uma “Bolsa de Viagens” com candidaturas abertas, que visa premiar um viajante por ano.

De destacar ainda que todos os grupos são acompanhados pelos fundadores da agência, Diana Chiu Baptista, que segue um estilo de vida baseado nos princípios da macrobiótica, e Igor Chiu Soares, praticante do Dharma de Buda, um casal que em 2017 decidiu mudar radicalmente de rumo profissional, para lançar a Marcro Viagens, que considera ser um meio de subsistência ético.

A viagem Índia Budista decorre entre 14 e 30 Setembro deste ano, as inscrições encontram-se actualmente abertas e tem um limite máximo de 14 pessoas. Pode descobrir mais aqui.