Não sabe onde ir para os Santos Populares? Nós ajudamos!

Não sabe onde ir para os Santos Populares? Nós ajudamos!

Os santos António, João e Pedro estão a chegar às ruas de Lisboa e garantem animação ao longo do mês de Junho. E a momondo escreveu uma pequena lista sobre os pontos altos da celebração de cada um. 

Santo António

Lisboa é o epicentro das festividades e a noite de amanhã, 12 de Junho, é sinónimo de ruas apinhadas, sardinhas, caldo verde e manjericos.

Na véspera do feriado municipal que celebra o santo padroeiro dos alfacinhas, as marchas concentram as atenções de milhares de populares que se unem pela vitória do seu bairro preferido. Alfama, Mouraria, Castelo, Bica, Santos, Alcântara e Alto do Pina são alguns dos bairros históricos mais procurados na capital, onde as mesas se estendem nas ruas e a música popular dita os ânimos.

A Sé é palco de união matrimonial, sendo muitos os casais que esperam pelo dia do “santo casamenteiro” para firmar e renovar os seus votos.

São João

O Porto é conhecido pela forma particular como festeja a noite de São João, na qual os foliões soltam os seus balões. A este espectáculo de cor, em papel ou ar quente na cidade invicta junta-se o fogo-de-artifício sob o esplendor do rio Douro. Ribeira e Cais de Gaia estão entre os locais mais desejados da noite.

A francesinha é rainha e o martelo impõe o tom de interacção destas festividades, onde não falta a queima de alhos-porros para afastar os maus-olhados.

O São João é, também, festejado na Madeira, sendo o mote para as marchas e as Festas das Alturas no Funchal, bem como arraiais, fogueiras na praia e balões em Porto Santo. Na ilha dos Açores, o foco das festas sanjoaninas aponta para a Terceira, Faial, Flores e Santa Maria.

 São Pedro

Imagem relacionada

O protector dos pescadores é celebrado em Sintra com diversas festividades gratuitas, tendo o ponto alto lugar no Largo de São Pedro, entre febras, sardinhas e os tradicionais doces como travesseiros e queijadas.

Em Évora, a data assume honras de Dia da Cidade, na qual São João também é comemorado nas celebrações que se desenrolam durante quase duas semanas. As rusgas, vestidas com trajes locais, saem à rua, na Póvoa de Varzim, onde exibem os seus tronos ao santo da sua devoção.

As Festas da Espada Preta e da Ribeira Brava homenageiam São Pedro em Câmara de Lobos, Madeira, e, nos Açores, é no Pico e em S. Miguel que reina a animação.