Mandarin Oriental Wangfujing

Pequim ganhou um novo motivo de visita e veio trocar as voltas a quem pensava já ter visto de tudo no mundo da hotelaria. O grupo Mandarim Oriental fez a sua estreia na capital da China com um projecto ambicioso até ao mais ínfimo detalhe.

Por: Ana Rita Rebelo

O paraíso pode muito bem ser o novo e tão aguardado Mandarin Oriental Wangfujing, o primeiro hotel com o selo do grupo Mandarin Oriental a abrir na irresistível Pequim. A poucos minutos do palácio imperial chinês, no edifício do grande centro comercial WF Central, esta unidade pretende elevar a fasquia do conceito de hospedagem e justificar, por si só, uma visita ao Oriente, aliando luxo, elegância e tradição.

Num ambiente cinco estrelas, as paredes deste boutique hotel ainda cheiram a novo. Os 73 quartos e suítes, a maioria com vistas desafogadas para a Cidade Proibida, foram decorados pelo atelier Hirsch Bedner and Associates em tons esverdeados e terracota que estão em perfeita sintonia com os espaços comuns. Com dimensões generosas e iluminação farta, cumprem à letra a arte de nos fazer sentir em casa com todas as comodidades para o relaxamento que se impõe.

O confronto entre o contemporâneo e o tradicional está implícito em todos os recantos. Cada detalhe foi milimetricamente pensado para recriar o ambiente chinês de outros tempos. Mas há também vários toques de contemporaneidade que valem a pena observar com vivida atenção: ecrãs plasma, secadores Dyson e até chuveiros com efeito de “chuva” que nos fazem sentir num mini spa privado.

Quem não abdica de uma filosofia “mente sã em corpo são” em tempo de férias vai, certamente, passar a vida no spa de luxo deste hotel, o ponto de partida para uma viagem de absoluto relaxamento da qual não apetece regressar.

Imagine-se deitado numa marquesa a receber uma massagem ao som de uma flauta pan. Stress é uma palavra que não entra neste espaço. Decidir-se entre uma piscina coberta com 25 metros, tratamentos de beleza e bem-estar ou outros mimos será a sua única preocupação.

Entre os espaços, incluem-se quatro suítes de tratamento temático (três individuais e outra para casais), cada uma com um nome diferente (Mirror, Flower, Water e Moon), um ginásio com equipamentos de última geração, sauna e um salão de chá com muito para aproveitar.

Artigo publicado na íntegra na revista Viagens & Resorts n.º 48 de Maio a Julho de 2019. Mais informações aqui aqui.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Quem liderou os investimentos publicitários em Julho?
Automonitor
TomTom aposta na gestão de autonomia dos elétricos