Mandarin Oriental Tokyo supremo luxo na cidade da irreverência

Na cosmopolita Tóquio, o Mandarin Oriental distingue-se dos demais hotéis. Não por ser melhor do que os outros, mas porque marca a diferença ao conjugar o requinte ocidental com a tradicional hospitalidade asiática.

 

Reconhecidamente diferente, a capital do Japão tem vindo a ganhar terreno como destino turístico. Ao longo dos anos muitos estrangeiros têm descoberto os encantos desta cidade que é tradicional na essência e irreverente q.b. na vivência. Densamente povoada por 27 milhões de pessoas, esta é uma metrópole alucinante, onde tudo corre rápido. Ali o tempo mais parece voar. Rendidos à moda e a tudo o que chega do Ocidente, os seus habitantes, predominantemente jovens, enchem as ruas de cor e alegria pois, fãs das criações de moda mais arrojadas, exibem-nas conjugadas com acessórios, no mínimo, “atrevidos”. Depois há os cadgets, últimas novidades tecnológicas que, nem sempre úteis ou necessárias, fazem parte do quotidiano de qualquer habitante de Tóquio que se preze.

Entre as unidades hoteleiras de todos estilos, para todos os gostos e bolsas, algumas têm vindo a ganhar uma posição de destaque, como é o caso do Mandarin Oriental Tokyo.

Apesar da localização da imponente torre onde se encontra, ao lado da super agitada estação de comboios da cidade e do Mitsui Building, o hotel, inaugurado em Dezembro de 2005, pretende ser reconhecido como um paraíso zen. Ao entrar no Mandarin Oriental Tokyo somos esmagados pela amplitude descomunal do lobby que, instalado no 38.º piso do prédio, está rodeado por paredes de vidro, tendo sido apontado por diversas revistas especializadas como um dos mais luxuosos do mundo.

A magnificência do design encontra companhia na qualidade dos materiais, desde os tecidos, até ao mármore passando pela madeira com que foram fabricadas as peças de mobiliário. Na decoração, são evidentes as influências orientais, como os padrões da roupa de cama inspirados nos quimonos japoneses e os motivos aquáticos.

Uma das mais-valias desta unidade hoteleira é a importância dada aos detalhes, desde as lareiras existentes no restaurante chinês até aos ecrãs LCD integrados nas máquinas do ginásio. Depois há o serviço que segue as regras orientais da simpatia e da solicitude. Atenciosos, os membros do staff não deixam nada ao acaso, esmerando-se em cuidados e atenções para com os hóspedes.

Tal como nas zonas públicas, também nos aposentos os small details marcam toda a diferença. Cada um dos 157 quartos e 22 suítes está equipado com as mais avançadas facilidades, como roupa de cama em algodão egípcio, um enorme ecrã LCD e um sistema de som com iPod e câmara de vídeo. A decoração, toda em suaves tons de branco, creme e castanho, é complementada por objectos singulares de grande qualidade e de forte inspiração asiática.

Tal como em todos os hotéis da cadeia, também o Mandarin Oriental Tokyo possui fantásticos restaurantes. Desde a melhor gastronomia italiana, passando pelas iguarias cantonesas e francesas, até inovadoras tapas espanholas, ali estão representadas as últimas tendências das mais famosas cozinhas internacionais.

Verdadeiro highway to heaven, o longo corredor de acesso ao spa transporta os hóspedes a um dos locais mais calmos da cidade, onde o ambiente de tranquilidade se desvenda perfeito para quem pretende retirar o melhor das terapias e dos tratamentos disponibilizados. Apesar de as massagens orientais serem as mais requisitadas, os visitantes podem também usufruir da sauna e das várias piscinas. À excelência do serviço acresce a vista que se alcança das suas janelas. Absolutamente esmagadora. You have to see it to believe it, diriam os mais cépticos.

Uma das imagens de marca deste hotel é o serviço. Não é em todo o lado que, a qualquer hora do dia ou da noite, se pode solicitar um martini ou recorrer aos serviços das operadoras para pedir informações sobre as melhores lojas e restaurantes da cidade! Para os que pernoitam no âmbito de uma deslocação de negócios, foi criado um serviço de concierge especializado, o qual, para além de responder a todas as questões, proporciona conselhos sobre os costumes japoneses na área empresarial.

Marco importante na hotelaria japonesa, o Mandarin Oriental Tokyo é presença recorrente nas listas dos melhores hotéis das mais prestigiadas revistas da especialidade. Tudo ali é… perfeito.

Por Sandra M. Pinto

Outras Notícias
Comentários
Loading...