“Há um tempo para partir, mesmo quando não há um lugar certo para ir”, Tennessee Williams

“Há um tempo para partir, mesmo quando não há um lugar certo para ir”, Tennessee Williams

Por Sandra M. Pinto, Directora de redacção da Viagens & Resorts

Viajar é expandir horizontes, é conhecer novas pessoas, é ampliar laços afectivos e construir memórias. Longe da nossa zona de conforto, seja ela a nossa casa, o trabalho, os amigos ou a rotina, somos capazes de nos desafiar, promovendo novas aprendizagens e dando espaço a novas experiências que vão enriquecerem a nossa vida. De facto, viajar é ampliar a visão que temos do mundo e de nós mesmos. Nos últimos anos o mundo pareceu ficar mais pequeno com o número de viajantes a crescer de forma exponencial. É neste contexto que Portugal tem vindo a dar cartas. A cada dia que passa o nosso País tem vindo a afirmar as suas capacidades no turismo, seja pelo crescente número de turistas que nos visitam, seja na cada vez mais forte afirmação da sua relevância enquanto actividade económica. As causas? Obviamente a nossa localização geográfica, com o mar como vizinho, e o clima convidativo, mas também a nossa capacidade de bem receber quem nos visita e a cada vez maior qualidade dos nossos alojamentos. O mundo descobriu Portugal e Portugal retribuiu com o que de melhor tem para dar. O resultado tem sido muito positivo, com os mais exigentes mercados a procuraram o nosso País trazendo-o para a pole position do que de melhor se faz no turismo mundial.

Se, como diz o povo, o futuro a Deus pertence, cabe a todos fazer com que esse futuro passe, cada vez mais, pelas nossas mãos com o incremento de um turismo de qualidade que cative e retenha viajantes que procurem um turismo sustentável e de elevado valor.

Para esta que se apresenta como a última edição do ano, preparámos um conjunto de propostas que vão, certamente, agradar. Descubra-as calmamente. Regressamos em 2019. Boas festas!

Editorial publicado na revista Viagens & Resorts n.º 46 de Novembro de 2018 a Janeiro de 2019.