Férias na neve, pura diversão

Férias na neve, pura diversão

Neste Inverno o sedentarismo do sofá e da manta ficam de lado, a neve é o pretexto ideal para partir à aventura. Equipe-se a rigor e visite uma das estâncias de esqui: Suíça, Espanha, França e Estados Unidos da América são os locais que lhe propomos visitar. As suas extensas pistas de esqui permitem-lhe tirar o máximo partido desta estação do ano. Escolhemos ainda restaurantes, museus e outras atracções que pode visitar para umas férias inesquecíveis.

SUIÇA

A região de Zermatt, nos Alpes suíços, partilha parte da sua área com Itália e é caracterizada por um ambiente rústico com muitas das suas casas construídas em madeira, suspensas em pilares de pedra. Muito procurada pelos amantes dos desportos de Inverno, uma vez que é considerada a pátria do alpinismo, possui mais de 300km de pistas. Embora tenha como língua oficial o alemão, hoje 50 por cento da população fala português. Há outras actividades, além do esqui, que podem ser realizadas como o heliski (queda de helicóptero) e o parapente. Desfrute do ar puro pois o tráfego de carros está proibido, sendo que as deslocações são feitas através de carros eléctricos, cavalos e carroças. Dois hóteis de luxo merecem destaque perante os 122 hotéis existentes na região: o Grand Hotel Zermatterhof, localizado a 1.610 metros de altitude, e o Mont Cervin Palace com 150 anos de história e 165 aposentos, possui SPA e uma piscina com 1.700 metros de comprimento. Merece destaque o facto de o montanhismo de bicicleta se estar a tornar popular.

Outra atracção é o Museu Matterhorn onde é possível aprender mais sobre a história e desenvolvimento de Zermatt. Antes de partir, suba ao Glaciar Express, tido como o comboio mais lento do mundo, uma vez que demora sete horas e meia a cumprir o seu trajecto. Vale a pena desfrutar desta cidade ao máximo a partir deste comboio e apreciar as paisagens deslumbrantes que esta cidade contém.

Finalmente, não pode partir sem provar uma salsicha típica alemã feita com carne de porco e de vaca designada de Bratwurst e raclete, um prato à base de queijo. Mas o encanto da Suíça extravasa esta região, por isso propomos uma pequena viagem até St. Moritz. Situada no sul dos Alpes, possui 350 km de pistas e o topo da montanha conta com 3.303 metros. O famoso sol de St.Moritz brilha cerca de 322 dias por ano (recorde neste país). Esta famosa estação de esqui recebe cerca de 200 mil turistas ao ano. É de acrescentar que a cidade foi palco dos jogos olímpicos de Inverno de 1928 e de 1948.

 FRANÇA

Na região francesa de Chamonix é possível encontrar pistas para todos os níveis e gostos, desde a estação de esqui Les Grands Montets, Flégère – um dos destaques da zona -, Balme, Savoy Houches, Chosalets ou La Vomaine. De Chamonix, cidade que acolheu em 1924 os jogos olímpicos, parte o famoso teleférico Aiguille du Midi que sobrevoa a montanha de Mont Blanc. São inúmeras as actividades que pode realizar em Chamonix para além de esquiar: snowboard, montanhismo, ciclismo, parapente, escalada, dog sledging (puxado por cães), canoagem…

Deixe-se também encantar pela cozinha francesa e os pratos de Chamonix onde pode provar o fondue saboiano, farcement (bolo salgado), raclete (prato à base de queijo), tartiflette (gratinado de batata e queijo reblochon), tarte de mirtilos, entre outros. Também em França, não deixe de visitar Grenoble, cidade estudantil e considerada a porta de entrada dos Alpes Franceses,  banhada pelo rio Isére e Drac. Além de praticar as várias actividades que a montanha proporciona, a cidade conta com vários museus, fortificações históricas, igrejas, um Palácio e uma Catedral. O museu Dauphinois, o museu L’Ancien Eveché, ou museu La Resistance et Deportation são alguns que pode visitar. Descubra a parte antiga da cidade, conhecida como “vieille ville”, com 2050 anos de História! Como não pode partir sem provar a comida típica desta região, sugerimos a noz de Grenoble, gratin dauphinois, frango com lagostins e o  licor de Chartreuse. Nesta cidade que foram realizados os jogos olímpicos de Inverno 1968.

ESPANHA

A Sierra Nevada situada na Andaluzia, com 3.482 metros de altitude, conhecida como o tecto da Península Ibérica. Considerada Reserva da Biosfera pela UNESCO é o maciço montanhoso de maior dimensão da Europa depois do Cáucaso e dos Alpes. As pistas de esqui estão organizadas entre “muito difícil”, “difícil”, “fácil” e “muito fácil”. É possível esquiar de noite nos fins-de-semana e feriados com todo o equipamento necessário disponível para aluguer. A vida nocturna da Sierra Nevada é agitada, com os seus bares e restaurantes. Pode também explorar as zonas mais baixas da serra, nomeadamente “Las Alpujarras”, local rico em cultura devido à presença de árabes muçulmanos até ao século XVII. Aqui experimente o queijo regional.

ANDORRA

Famosa pelos desportos de Inverno, não pode deixar de visitar Andorra, situado entre o nordeste de Espanha e o sudoeste de França. A sua montanha mais elevada é Coma Pedrosa que atinge os 2.946 metros. Vallnord e Granvalira são as duas montanhas mais conhecidas.

Granvalira é o maior dos destinos esquiáveis dos Pirinéus com mais de 200 km de pistas. Em Granvalira além de esquiar pode experimentar o heliski (queda de helicóptero), o skiratrac (puxado por um tractor), passeios em trenó puxados por cães, excursões com motos de neve, parapente, entre muitas outras. Granvalira oferece a maior descida dos Pirinéus, com 9,6 km e 850 metros de desnível. Já a estação de esqui de Vallnord oferece 93km de pistas e, desde o início do ano, que conta com a nova pista Megaverde, a mais longa dos Pirinéus com 8km de percurso, ideal para principiantes. Outra das novidades é o Woodpark, situado no bosque de l’Hortell, que conta com uma dezena de módulos naturais e artificiais. Este é o primeiro espaço com estas características nos Pirenéus, e oferece aos amantes de snowboard e de bicicleta sobre a neve sensações únicas. O operador turístico Orizonia Life oferece os programas de esqui: “Especial Famílias e Crianças Grátis”, “Esqui Romântico”, “Especial Casais”, “Esqui individual”, “Esqui Low Cost”, “Aprenda a esquiar connosco” e “Fórmula Poupança”, com tudo incluído.

Já a cozinha típica da região é um misto da comida catalã e francesa. As carnes, enchidos e os cogumelos são alguns dos produtos base desta cozinha, idealmente acompanhados com vinho elaborados integralmente em Andorra. Outro produto autóctone é a seiva de abeto conhecido como Nectum, um condimento ideal para temperar saladas, carnes, acompanhar gelados ou crepes, comercializado desde 2010. O Nectum é produzido seguindo a receita tradicional dos países Andorranos, que o começaram a produzir como remédio para a tosse. A carne de Andorra é uma referência da gastronomia, graças ao segredo mais bem guardado dos criadores do Principado: a tradição. A qualidade de pastagens e o ambiente são das montanhas asseguram o bom crescimento do gado: boi, cordeiros e cabritos ao ar livre.

EUA

As Lutsen Mountains são as maiores estâncias do centro-oeste de esqui dos EUA. Lutsen  tem quatro montanhas Eagle, Ullr, Mystery, e Moose. A montanha Ullr é ideal para principiantes. Todas as pistas estão unidas por elevadores. Faça esqui ou snowboard, tirando partido das 87 pistas de esqui e para recuperar energias depois de um dia estafante, saboreie um arroz selvagem com truta, uma delícia para terminar o dia. O restaurante Papa Charlies, muito conhecido na região, tem música ao vivo todos os dias. É de notar que, por dois anos consecutivos, as Lutsen Mountains estiveram no Top 20 Family Ski Resort. Na cidade de Minnesota pode optar por um jogo de golfe, casinos, parques, visitar o zoo, ou procurar sítios que transpirem a cultura da cidade como o Guthrie Theater, The Science Museum of Minnesota e Walker Art Center. Recomendamos que não perca a oportunidade de provar o vinho local, várias vezes premiado.

Famosa pelos seus casinos, concentrados em Las Vegas e no Reno, em Nevada, vai encontrar 24 horas de puro divertimento. Passe o dia a esquiar, aproveite os lagos circundantes, faça heliski (queda de helicóptero), visite museus, como o State Museum em Las Vegas, vá dançar numa discoteca, receba uma massagem num Spa, faça ciclismo, jogue golf, pois são intermináveis as ofertas que este estado tem para si. Conhecida como The Silver State, pelas grandes reservas de prata, Nevada grande parte das suas receitas provêm do turismo.