BTL “é uma excelente oportunidade para mostrar os bons motivos para visitar Bragança”

BTL “é uma excelente oportunidade para mostrar os bons motivos para visitar Bragança”

O município está representado no stand da Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes. 

A rede de percursos pedestres, os produtos endógenos e o evento Grafondo são os principais destaques apresentados, nesta sexta-feira, pelo município de Bragança na 31ª Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que se realiza até dia 17 na FIL, no Parque das Nações.

A BTL é “uma excelente oportunidade para mostrar os bons motivos para visitar Bragança a um público que está receptivo a novas experiências”, considera Hernâni Dias, presidente da Câmara Municipal de Bragança, citado em comunicado. “Temos uma gastronomia ímpar, equipamentos culturais únicos, no que diz respeito ao contacto com a natureza temos diversos percursos pedestres e um passeio pelo Parque Natural de Montesinho não deixa ninguém indiferente, e temos uma agenda de eventos anuais muito diversificada e convidativa que queremos partilhar com quem visita a feira”, enumera.

Nesta edição, serão apresentados os percursos pedestres, com destaque para o evento Bragança Grafondo que, este ano, se realiza a 14 de julho e conta com um percurso renovado. Mantendo a partida e a chegada em Bragança, o novo percurso passará por Vimioso e diversas aldeias históricas, nomeadamente Gimonde, em pleno Parque de Montesinho, Outeiro, Parada, com os seus típicos caretos, e Pinela, perto do Castelo de Penim e berço da tradição das cantarinhas, as pequenas peças de barro que se acredita trazerem boa sorte.

A gastronomia também será alvo de uma forte promoção. Produtos como a castanha, o folar, os cuscos transmontanos – um produto de produção artesanal e já inscrito no Inventário Nacional de Património Cultural Imaterial – vão estar em degustação, com uma prova do único vinho produzido em Bragança, na aldeia de Parada.