Amanzoe, com vista para Peloponeso

Amanzoe, com vista para Peloponeso

Magia é o que ocorre dizer quando se chega a Amanzoe. O mais jovem resort da Amanresorts fica na Grécia numa localização de sonho, digna de figurar nos desejos de paraíso dos que apreciam a paz e o bom gosto.

O Peloponeso é uma vasta península localizada no sul da Grécia e separada do continente pelo Istmo de Corinto. Palco da Guerra do Peloponeso, que opôs, na Antiguidade Clássica, Atenas, a potência marítima da Hélade, situada na Ática, a Esparta, a potência continental, que se achava no sul da península, a península é hoje, por oposição um destino tranquilo e muito pacifico. Extremamente bela, a região apela a sentimentos de fuga, aqueles que nos impulsionam a voar, fugindo de uma rotina que nos tolda os sentimentos e corta os sonhos.

Para que quem chega tenha exactamente aquilo com que sonhou a cadeia hoteleira Amanresorts construiu um hotel que é ele próprio um sonho. Amanzoe recebe de braços abertos oferecendo aos visitantes a tranquilidade ambicionada.

Welcome!

Devido à sua imensa beleza e riqueza histórica, não é de espantar que Peloponeso seja hoje um dos destinos turísticos mais procurados na Europa. Além da praia (maravilhosa e a perder de vista), é morada de importantes vestígios e testemunhos arqueológicos e de extremo valor histórico, como é o caso de Olympia, onde decorreram os primeiros jogos Olímpicos, de Micenas, importante centro da civilização grega e dos vales de Arcádia, mítica casa do deus Pã. Um pouco por toda a península pitorescas vilas costeiras preservam ainda um certo modo de vida tradicionalmente grego, enquanto a paisagem nos revela espaços de tirar o fôlego. É precisamente neste ambiente que Amanzoe se “sente em casa” e que tudo faz para que quem o visita sinta o mesmo.

No resort, cujo nome junta paz em sânscrito (aman) com vida em grego (zoe),  descobrem-se 38 suites, além de um Aman Spa e, brevemente, uma série de Aman Villas. Localizado no topo de uma colina vizinha da cidade de Porto Heli, na costa este da península, o resort foi concebido pelo renomado arquitecto Ed Tuttle que o criou de forma a que os hóspedes pudessem usufruir de 360 graus de uma panorâmica que abrange não só o mar mas também a praia privada localizada na baía privada. Ao longe a ilha de Spetses e o golfe Argosaronic.

Ai, que sonho de destino!

Em redor do resort um ondulante mar de oliveiras ancestrais faz o contraponto com o azul do mar. Localizado a uns meros 10 minutos de carro da vida vibrante e animada de Porto Heli, chega-se a Amanzoe através de uma única estrada (avisámos que este é um paraíso, agora acrescentamos a palavra exclusivo), que vai desaguar numa enorme construção de mármore que faz as vezes de entrada. Depois dela descobre-se o resort, que vive em redor de uma fabulosa piscina.

Como já referimos, as acomodações de Amanzoe “resumem-se” a 38 aposentos que instalados em diferentes níveis oferecem total privacidade e maravilhosas vistas para a paisagem circundante. Cada um destes espaços privados tem um acesso independente através de um terraço de pedra que vai terminar numa espaçosa sala de pé alto. Depois há a zona de dormir, complementada por uma área de estar e uma casa de banho, com acesso directo a um terraço privado. Repartidas em Pool Pavilion e Deluxe Pool Pavilion, as suites têm acesso a duas piscinas privadas, com seis e 12 metros, respectivamente.

Manjar dos deuses

Devem ter sido exactamente eles que inspiraram na criação de cada uma das iguarias que podemos degustar no restaurante do resort! Paredes ali praticamente não existem, pois, para que os visitantes usufruam ao máximo da vista que circunda o restaurante, são janelas que fazem a divisão ente os espaços interior e exterior. E, por falar em exterior, não há como não referir o terraço onde as refeições são servidas alfresco. Antes ou depois da refeição o Lounge bar deverá ser ponto de paragem, ou então durante o dia se apetecer uma refeição mais light. Verdadeiramente light e de ambiente muito casual é o Pool Restaurant onde são disponibilizadas refeições durante todo o dia. Percorrido o acesso à praia, além de areia e muita água, existe ainda um Beach Club (exclusivo para os hóspedes e habitantes das villas) com um restaurante também ele muito descontraído e de ambiente muito simpático. Depois da refeição nada como descansar e apanhar sol, dar um mergulho no mar ou ficar a ler um dos livros disponibilizados na biblioteca do resort! Outra alternativa é aproveitar o facto de estar num local tão maravilhoso e experimentar fazer um dos desportos aquáticos como snorkelling ou mergulho, recorrendo ao equipamento disponibilizado no Beach Club.

Se o sol estiver muito forte, então aceite a nossa sugestão e vá dar um passeio a pé ou de bicicleta pela montanha num rota extremamente pitoresca, onde se para inúmeras para fazer clicar a máquina fotográfica, a qual garantimos-lhe, vai regressar recheada de lindíssimas fotos.

 Spa time…

…ou hora de se deixar levar rumo ao equilíbrio entre a mente e o corpo. De todo o resort, o seu spa é claramente o mais zen. No Aman Spa do Amanzoe existem sete cabines duplas de tratamento e dois hammans, todos com janelas para o terraço aberto contiguo.  Os tratamentos disponibilizados incluem massagens, tratamentos faciais e corporais, esfoliações e envolvimentos, cada um combina na perfeição as melhores técnicas asiáticas com antigos rituais de beleza gregos, sempre com a utilização de produtos da marca Aman livres de químicos.

Hora da descoberta

Bem perto do resort são vários os spots arqueológicos merecedores de uma visita, sendo que mediante solicitação podem ser organizadas pelo hotel deslocações a todos eles ou aos escolhidos pelo hóspedes. Verdade é que a vontade é mesmo de ficar a conhecê-los todos, pois na lista incluem-se o santuário de Asclepius, o famoso anfiteatro  Epidaurus (anualmente no Verão ainda recebe inúmeros espectáculos), a lendária cidadela de  Micenas e o cemitério de Dendra, as cidades históricas de Kranidi e de Tirynth, o Templo de Hera e a primeira capital moderna da Grécia, Nafplion.

Por tudo isto e muito mais que vai perceber aquando da estadia, o Amazoe apela a uma visita urgente, ao resort que dista apenas duas horas de carro de Atenas ou, se optar por se deslocar de helicóptero, a uns meros 25 minutos desde o aeroporto internacional da capital grega.

Por Sandra M. Pinto