Amanwana na paz da floresta

Poucos locais no mundo se destacam como aquele que vai poder descobrir nas linhas que se seguem. Dá pelo nome de Amanwana, que significa floresta serena, e fica em Bali.

Declarada reserva de vida selvagem desde 1976, a ilha de Moyo fica na região leste de Bali e foi o spot escolhido pela Amanresorts para dar vida a um resort de sonho. Com 15 km2 de área e rodeada por águas azul-turquesa, Moyo acolhe uma vegetação que vai da selva tropical à savana africana, sendo um destino abençoado com uma imensa variedade de vida animal, com destaque para os pássaros, os veados, os macacos e as águias do mar.

Entre o mar das Flores e a reserva marinha da baía de Amanwana, Moyo tem vindo a afirmar-se como o destino ideal para quem anseia umas férias insulares ou para os que a meio de um cruzeiro desejam, digamos, “esticar as pernas”. Amanwana, ou floresta serena, é o único resort de Moyo. Tendo ido buscar o nome à baía fronteiriça, o resort tem vindo a afirmar-se como um dos mais requisitados espaços de lazer e descanso daquela região. A praia, que a seus pés lhe presta vassalagem, é ela própria um reduto de tranquilidade e repouso onde os dias se estendem até ao infinito. Convivendo de uma forma harmoniosa com a prodigiosa natureza que o rodeia, o resort desvenda-se a cada passo como um espaço de luxuosas opções. Uma delas? As águas límpidas da baía onde pode ser praticado o mais fascinante mergulho e snorkelling da Indonésia, pois nesta zona protegida mantêm-se intactos os recifes de coral cheios de vida e cor. Outra? Os trilhos que, percorrendo a floresta de Moyo, oferecem aos hóspedes a hipótese de descobrirem as magníficas e secretas cascatas além de toda a impressionante vida selvagem que ali habita. Na verdade, não há luxo maior do que ter a oportunidade de vivenciar a natureza desta forma.

A importância dos detalhes

Fazendo justiça à fama da cadeia hoteleira, também no Amanwana os detalhes desempenham um papel de suma importância, pois os responsáveis têm a noção exacta de que é nelas que reside a base diferenciadora do espaço e da experiência que ali proporcionam aos hóspedes.

A zona de restauração e bar localiza-se num pavilhão aberto circundado sob um tecto amovível de 15 metros feito com bamboo, o ambiente ideal para se degustar as aromáticas iguarias que elaborados com produtos da ilha deixam todos os palatos perfeitamente rendidos. Acolhendo as três refeições do dia, o menu varia entre sugestões asiáticas e ocidentais sempre com um twist de exotismo. Mediante solicitação podem organizados jantares românticos à luz de uma fogueira ou na praia sob a luz do luar e das estrelas. Adjacente ao restaurante fica o bar, perfeito para prolongar a noite em instantes de conversa e partilha. Mas este é um resort diferente, especialmente para quem, como nós, gosta tanto der música, pois são poucas as unidades hoteleiras que se podem gabar de ter um Pavilhão da Música. Localizado no extremo da propriedade, a poucos metros da costa, este espaço está instalado num santuário selvagem a céu aberto onde os hóspedes podem ouvir música através do iPod ali existente comodamente instalados em almofadas e espreguiçadeiras enquanto apreciam um piquenique, o chá da tarde ou um cocktail ao fim do dia. Outro detalhe do Amanwana é a sua biblioteca, que, especializada em livros sobre a cultura e arte da Indonésia, oferece ainda uma variedade de livros sobre a vida marinha.

Descobrir a magia

Para lá do conforto e da tranquilidade, a essência de Amanwana reside na magia das actividades que proporciona aos visitantes. Ao atravessar o passadiço de acesso à praia, os hóspedes podem ir pensando na actividade aquática que vão querer fazer pois bem perto vão encontrar tudo o que precisam para levar o seu desejo adiante. Desde snorkelling, até ao windsurf, passando por passeios de caiaque, tudo é possível. Isto, claro, se não se deixarem levar pelo apelo do mais puro dolce fare niente e optarem por ficar numa das espreguiçadeiras que se encontram por todo o passadiço.

Mas mais magia do que aquela que vão encontrar no spa vai ser difícil, pois o Jungle Cove Spa é na verdade um espaço único. Instalado num espaço aberto, perto da praia e sob tamarindeiros está dividido em três áreas de tratamento diferentes, cada uma com banheira de imersão e chuveiro e vistas de cortar a respiração para a baía de Amanwana. Dos tratamentos ali ministrados sobressaem as massagens, os tratamentos faciais com recurso a frutas frescas e as esfoliações corporais.

Por Sandra M. Pinto

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Quem liderou os investimentos publicitários em Julho?
Automonitor
TomTom aposta na gestão de autonomia dos elétricos