Os melhores países para conhecer com o seu companheiro de quatro patas

Não deixe que o facto de ter um animal de estimação o impeça de conhecer o mundo. Viaje até aos países mais amigos dos animais e aproveite o tempo com o seu melhor amigo.

Segundo os dados do International Travel Survey de 2017 da momondo, 26% dos portugueses gostava de levar os seus animais nas férias, porém nunca conseguiram. Com toda a informação disponibilizada e uma maior compaixão pelos donos dos animais, cada vez mais as viagens e as estadias para estes membros da família são facilitadas e 18% dos portugueses já levaram os seus animais consigo.

França

Se sempre quis ir a Paris mas nunca foi por não querer deixar o seu cão (ou gato) em casa, então nada tema: a França é um dos países mais amigos dos animais da Europa.
São mais as vezes em que os cães são permitidos nos restaurantes do que aquelas que ficam à porta, e também muitos dos hotéis das redondezas são seus amigos. Se pensa em passear de transportes públicos não se preocupe, pode levar o seu amigo de quatro patas consigo desde que lhe ponha a coleira. Se quiser fugir das zonas típicas, porque não uma viagem até à região de vinhos de Borgonha?
Não espere mais, marque a sua viagem a França e leve a família toda.

Itália

Os italianos parecem tão apaixonados pelos seus animais de estimação como pela moda. A maioria dos autocarros permite a viagem a cães e gatos, bem como os comboios. Nos restaurantes, têm direitos a pequenos brindes e a comer perto dos donos, e os hotéis são muitas vezes permissivos quanto a eles.
Se procura uma boa praia para famílias ou um destino para festejar, Rimini oferece-lhe ambos. Também o bairro piscatório de Borgo San Giuliano é um dos favoritos, com murais pintados nas paredes que ladeiam as suas ruas calcetadas e as suas piazzas cheias de gente a comer, a beber e a aproveitar a vida.

Alemanha

Se procura conhecer a Alemanha, que tal começar pelo antigo distrito da Alemanha Oriental de Friedrichshain, considerado o núcleo boémio da cidade, um espaço bonito, embora não polido, que acolhe a mudança e a progressão. Se pretender algo mais calmo, considere Colónia: aproveite o sol nas margens do Rio Reno e organize um churrasco com amigos – até os que têm mais que duas pernas. Para os amantes de fogo de artifício, aconselha-se uma viagem em julho: saia à noite e aprecie o Köln-Lichter, um espectáculo de fogo-de-artifício coordenado com música que ilumina a Cidade Velha e todo o mar.

Reino Unido

O Reino Unido está repleto de belíssimos jardins e parque espaçosos onde poderá passear com os seus animais! Na maioria dos transportes públicos os cães são permitidos e existem ainda aqueles em que podem viajar sem custos, como Dean Forest Railway. Se gostar de cultura, porque não leva o seu companheiro a um museu? O Museu da Feitiçaria em Boscastle e vários Museus de História Moderna ficarão felizes em receber-vos.
Se for apaixonado por arte urbana, não deixe de dar um passeio por Bristol onde, ao longo de ruelas estreitas e becos, sobre as paredes de edifícios e pontes, os graffitis captam toda a sua atenção.

Rússia

É considerado o país com mais animais de estimação e, se ainda não o conhece, porque não começar por Moscovo?
Vista uma roupa bem quentinha e rume à Praça Vermelha, um enorme espaço pedestre pavimentado mesmo ao lado do Kremlin. Este local já foi uma praça de mercado, um lugar para coroações e para decapitações; mais recentemente, já foi anfitrião de marchas militares e concertos de rock. Passe pela Catedral de São Basílio e pelo Convento de Novodevichy. Se quiser pode optar por passar tempo com outros animais, para além do seu: na parte ocidental de Tver, no planalto de Valdai, poderá encontrar vários habitantes típicos das florestas russas – ursos, lobos, alces, lebres brancas, castores e martas.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*