Gosta de luxo? Então venha daí descobrir a Virtuoso

Gosta de luxo? Então venha daí descobrir a Virtuoso

A Virtuoso oferece aos clientes mais exigentes o planeamento de viagens com especialistas, experiências luxuosas e inesquecíveis, regalias e vantagens exclusivas, e sem preocupações.

Sediada nos Estados Unidos, a Virtuoso é a principal rede no sector das viagens de luxo. Falámos com David Kolner, vice-presidente sénior, da Global Member Partnerships para perceber melhor o conceito e filosofia.

Como e quando foi fundada a Virtuoso?
Embora a história da organização se prolongue por mais de 65 anos, a Virtuoso foi fundada em 1986 quando duas empresas – a Allied Travel e a Percival Tours – se fundiram para formar a Allied Percival International. Desde então, a empresa tem sido propriedade da família e gerida por Matthew D. Upchurch, chairman e CEO.
Em 2000, a empresa mudou o seu nome para Virtuoso para se centrar mais no consumidor, e a partir daí estabeleceu-se como a principal rede especializada em viagens de luxo e experimentais. Ao recrutar e juntar-se às melhores entidades do sector, a rede agora obtém mais de 20 mil milhões de euros em vendas anuais de viagens, tornando-o o maior grupo no sector do luxo.

Que necessidades de mercado satisfazem?
O elo comum que liga todas as agências de membros da Virtuoso – e existem mais de mil delas em mais de 45 países – e os seus 17 500 consultores de viagens é o desejo do consumidor de colaborar com outra pessoa para criar experiências de viagens personalizadas. À medida que os viajantes procuram oportunidades de explorar o mundo de uma forma mais única e autêntica, tudo começa com uma relação de confiança com o consultor de viagens que pode oferecer conselhos, acesso, argumentos e responsabilização durante todo o processo de planeamento da viagem.

Lake Louise, Canada

Que vantagens oferece a Virtuoso aos seus clientes?
Para além das muitas vantagens de trabalhar com um consultor de viagens afiliado à Virtuoso, também temos acordos preferenciais com 1700 das melhores empresas de viagens do mundo – hotéis, resorts, spas, cruzeiros, operadores de viagens, empresas de gestão de destinos, companhias aéreas e destinos. Temos estas relações em todas as partes do mundo porque é para lá que os clientes da Virtuoso viajam.

Estas relações preferenciais estendem-se a mais 1200 hotéis em todo o mundo através do Hotels & Resorts Program da Virtuoso, em que negociámos vantagens especiais para clientes da Virtuoso que tenham um valor acima dos 420 euros por dia. Adicionalmente, os consultores da Virtuoso têm também acesso ao Virtuoso Voyages, um programa único que oferece benefícios e experiências exclusivas a clientes da Virtuoso que viajam nas nossas linhas de cruzeiros. O Virtuoso Voyages inclui excursões exclusivas em terra e experiências únicas a bordo, como recepções, benefícios e amenities adicionais personalizadas de acordo com a viagem.

Embora as agências da Virtuoso tenham acesso a uma vasta gama de benefícios quando marcam um hotel ou um cruzeiro, as suas ligações pessoais a gestores e executivos das companhias de cruzeiros e hotéis são as grandes responsáveis por proporcionar experiências mais personalizadas e viagens mais agradáveis.

Como pode uma agência tornar-se afiliada?
A Virtuoso é uma rede em que se entra apenas por convite, o que significa que convidamos pessoalmente todas as agências de viagens e parceiros preferenciais. Este convite surge após uma extensa análise que, para as agências de viagens que são membros, inclui uma análise ao tipo de produtos de viagens vendem (quanto é luxo versus mercado médio, e quanto já apoiam os parceiros preferenciais da Virtuoso), à sua reputação no sector e ao seu compromisso para com o serviço e as práticas.


Santorini, Greece

O que é hoje considerado um “luxo”?
O luxo é um termo muito pessoal e subjectivo, dependendo do que é importante para o viajante. Creio que luxo é ter alguém – uma pessoa real – a ouvir o que queremos e a valorizá-lo realmente, e depois a tentar satisfazer os requisitos. É um conceito que parece bastante simples, mas cada vez mais difícil de oferecer por causa de todos os factores envolvidos na marcação e concretização das viagens. Quando temos em conta que o consumidor médio faz 40 mil decisões por viagem, ter um profissional com quem colaborar, para lidar com as pesquisas e validar escolhas, é um luxo enorme.

Kruger National Park, South Africa

O que procuram os viajantes nos dias de hoje?
Os viajantes procuram experiências únicas, autênticas e imersivas que não conseguem ter noutros destinos. Os consultores da Virtuoso conseguem encontrar experiências exclusivas e acesso aos bastidores para os seus clientes.

Eis alguns exemplos:
– Ir às compras com um stylist em Paris, sendo por ele acompanhado às principais lojas da cidade.
– Fazer escavações arqueológicas num local de escavação grego.
– Obter entrada antecipada para o Metropolitan Museum of Art de Nova Iorque, com uma visita guiada incluída.
– Observar baleiasna companhia de fotógrafos galardoados no Havai, que ensinarão as suas técnicas para captar imagens da vida selvagem.
– Dominar a arte de fazer dim sum em Hong Kong.
– Nadar com tubarões-baleia nas Filipinas.

Por Sandra M. Pinto