Férias… descubra aqui como planear uma viagem em 14 passos
  1. Escolha destinos dentro do seu orçamento e não se esqueça do equilíbrio

Apesar de tudo, existem sempre restrições. Fora exceções em que os orçamentos são ilimitados, a melhor opção para começar a planear uma viagem é ver que destinos são financeiramente acessíveis. Comprar os bilhetes com antecedência ou viajar para locais em que a conversão monetária seja vantajosa ou onde o custo de vida local seja mais baixo é sempre algo a ponderar. Também há que optar entre uma viagem mais longa ou pela escapadinha de fim-de-semana, que certamente ficará mais em conta. Este equilíbrio não é simples, mas é um esforço que faz com que seja possível relaxar com a consciência de que não se gasta em demasia.

  1. Faça listas

As listas são as melhores amigas das viagens. Estabelecer uma lista realista de locais a visitar em 2017 e outra com alguns desejos mais a longo-prazo vai ajudar quando chegar o momento da decisão. Escrever estes objetivos vai fazer com que fique motivado a alcançá-los.

  1. Partilhe as suas viagens de sonho

Se tem vontade de participar num retiro de ioga em Kerala ou se o seu maior desejo é acampar com lobos no Québec, porque não dizê-lo às pessoas à sua volta? Quem sabe, talvez já alguém tenha feito a mesma viagem e possa partilhar consigo a experiência. Essa partilha pode resultar em conselhos e histórias que certamente lhe darão mais motivação para fazer as malas e partir.

  1. Viajar acompanhado é bom, mas por vezes a nossa própria companhia é o melhor

Se não tem ninguém próximo de férias e disponível para viajar consigo, não quer dizer que não deva embarcar no próximo avião. Experimente viajar sozinho e apreciar a liberdade de ir onde, como e quando quiser. Será certamente um desafio gratificante e a possibilidade de fazer grandes amizades internacionais é imensa.

  1. Conheça as pessoas locais

Uma viagem a um local distante é menos assustadora se tiver lá alguém conhecido. Existe um grande número de diferentes comunidades, fóruns e serviços de alojamento online que servem precisamente para se entrar em contacto com pessoas de destinos longínquos que lhe poderão dar bons conselhos e informações sobre o lugar em questão.

  1. Explore as redondezas

Uma boa viagem não precisa de ser nem para longe, nem por muito tempo. O que não faltam são coisas a acontecer perto de nós, por isso um par de “staycations” é uma ótima opção. Aproveite para conhecer o seu próprio país e visite museus, monumentos e todas as atrações turísticas. Se perder menos tempo a chegar ao destino, terá mais tempo para disfrutar a viagem.

  1. Encontre um companheiro para viajar que tenha interesses como os seus

Se o companheiro de férias não for o indicado, pode arruinar aquele que estava pensado ser um bom momento. O companheiro de férias não precisa necessariamente de ser o seu melhor amigo ou a sua cara metade, mas talvez um amigo mais recente, um colega ou um familiar distante.

Quando encontrar o companheiro para viajar discutam o orçamento, os interesses e as expectativas.

  1. Ligue-se para poder desligar

A internet é uma das maravilhas do mundo, porém por vezes é preciso desligarmo-nos dela para apreciarmos todas as outras. Esqueça o “wi-fi grátis” e opte por utilizar mapas e ir explorar a localidade. O momondo places oferece, gratuitamente, 21 guias com mapas disponíveis offline e mais de 150 bares, lojas, restaurantes, museus e outros lugares ótimos a visitar em cada cidade, recomendados por pessoas locais.

  1. Seja espontâneo

Se a mala está feita e a qualquer momento pode reservar um bilhete de avião, crie um Alerta de Preços na momondo e fique atento. Assim que o preço para uma rota do seu interesse mude, será avisado e poderá embarcar na sua aventura.

  1. Aproveite as escalas longas

Independentemente de ser um par de horas num aeroporto ou uma noite numa cidade desconhecida, há que aproveitar ao máximo o tempo de escala. Com uma escala longa, o bilhete fica mais barato e ainda poderá ter a oportunidade de sair do aeroporto e explorar um local antes de chegar ao destino final. É como duas viagens ao preço de uma.

  1. Encontre a família a meio caminho

Infelizmente, nem sempre estamos perto das pessoas que nos são queridas. Que tal, em vez de viajarem sempre para o mesmo local, combinarem um destino a meio e encontrarem-se lá? Assim terá a oportunidade de visitar um destino que, talvez, de outro modo não conseguiria e, simultaneamente, passará tempo com as pessoas de quem tem saudades.

  1. Lá porque é uma viagem de negócios, não quer dizer que seja aborrecida

Há empregos que permitem viajar e, embora participar numa conferência em Ibiza não seja sinónimo de passar o dia na praia, tente sempre aproveitar ao máximo esse tempo. Qualquer tempo livre pode ser aproveitado para atividades turísticas ou para conhecer o centro da cidade. Tente afastar-se o mais possível do ambiente profissional e explore o local ao seu ritmo.

  1. Deixe-se inspirar

Seguir blogues de viagem ou viajantes nas redes sociais, ou até o blog da momondo, vai deixá-lo a par de destinos muitíssimo interessantes. Por vezes, descobre-se locais que nem se sabia poderem existir.

  1. Vá em frente

Não há tempo a perder. Existem vários modos de viajar pelo mundo e esta é a altura ideal para visitar todos aqueles locais a que sempre quiseste ir. Por vezes o maior obstáculo é pensar demasiado, por isso, assim que o bilhete estiver comprado, vá à aventura sem receios.

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*